Planejamento financeiro pessoal

4

Sem um planejamento financeiro pessoal, é difícil definir metas e principalmente, alcançar objetivos de vida.

Muitos acreditam que, somente se ganhassem determinada quantia por mês, é que teriam a plena capacidade de alcançar seus desejos. Porém, os especialistas garantem que não importa o quanto se tem disponível, mas sim a forma como este dinheiro é administrado.

Ao contrario do que muitas pessoas imaginam, não é preciso fazer grandes sacrifícios, como deixar de comer o que gosta ou de passear com a família, para organizar o orçamento e planejar o futuro.

Como realizar um planejamento financeiro pessoal

Conheça um passo a passo simples de como fazer um planejamento financeiro pessoal e comece a mudar sua visão de futuro.

Trace o mapa de suas receitas e despesas

Tenha profundo conhecimento de quanto ganha por mês e onde seu dinheiro está sendo gasto. Para isto, nada substitui uma boa planilha, feita no computador ou no papel. Quando não acompanhamos o quanto e onde estamos gastando, nunca sobra valor algum no orçamento para ser investido e, pior do que isso: começamos a contar com a sorte para que nenhum imprevisto aconteça, pelo menos até que entre dinheiro novamente. Realizar sonhos, somente se a sorte ajudar também.

Quanto mais temos controle sobre o quanto ganhamos e onde gastamos, mais fácil se torna realizar um bom planejamento financeiro pessoal. Por isto, anote na planilha cada entrada de dinheiro e cada despesa, por menor que seja. Assim, terá um mapa real sobre o seu orçamento.

Antes de comprar, compare preços

Imagine economizar 10% em cada compra que você fizer. Faça os cálculos e descubra o quanto isto significa em termos de dinheiro sobrando no orçamento do mês. Se acreditar que é pouco, faça as contas e veja o quanto conseguiria poupar até o final do ano. Hoje em dia, praticamente não há mais desculpas para deixar de pesquisar o preço de um produto antes de fechar negócio. Vale ficar atento a encartes de lojas e supermercados, anúncios na televisão e, é claro, uma boa pesquisa pela internet.

Compre o que precisa

Cada um tem seu ponto fraco quando o assunto é compra por impulso. Roupas, sapatos, guloseimas, equipamentos eletrônicos, seja o que for, é preciso aprender a controlar o desejo momentâneo de adquirir aquilo que não se precisa de verdade, naquele momento. Organize as compras anotando tudo aquilo que precisa ou deseja ter e comece a planejar quando e como irá realizar o negocio. Se tratarem-se das compras do dia a dia do mercado, por exemplo, faça uma lista antes de sair de casa. Isto ajuda a ficar longe das armadilhas de consumo.

Sempre que puder, pague à vista e peça desconto

A partir do momento em que começa a planejar o orçamento, evitando gastar com o que não precisa, fica mais fácil guardar dinheiro para comprar à vista. As oportunidades de conseguir um bom desconto são maiores quando se tem poder de pechincha, que no caso, é o dinheiro na mão.

Use o cartão de crédito a seu favor

O cartão de crédito pode ser o vilão do orçamento se for usado nas compras sem controle ou por impulso. Porém, se utilizado com cautela e planejamento, pode se tornar um verdadeiro amigo na realização de sonhos. Um dos benefícios do cartão de credito é o programa de milhagem. Com ele, a cada vez que você faz compras, conta pontos para trocar por produtos ou até fazer aquela viagem tão sonhada. Além disso, alguns cartões dão direito a descontos em shows, teatro, cinema e lugar garantido na área VIP de determinados eventos. Com o cartão de crédito, também é possível realizar compras de bens de maior valor a prazo, em varias parcelas sem juros.

Trace suas metas para o futuro

Avalie, em detalhes, onde está e onde deseja chegar a médio e longo prazo. Trace metas, ponha tudo no papel ou no computador e, de tempos em tempos, analise se está seguindo o caminho traçado e, se os objetivos têm sido alcançados. Para ter sucesso com seu planejamento financeiro pessoal, seja realista. Não conte com um aumento de salário que ainda não saiu, por exemplo, ou que determinado investimento vai render um certo percentual, sem que tudo esteja realmente confirmado. Isso evita que se caia nas armadilhas do excesso de otimismo.

Informe-se sobre investimentos

Existe muita informação na mídia a respeito dos investimentos que mais dão retorno, para cada tipo de bolso e prazo de aplicação. A educação financeira é algo que se aprende praticando, planejando e também é a melhor forma de aproveitar boas oportunidades de fazer o dinheiro render, sem correr riscos.

Sem duvida, para algumas pessoas pode parecer complicado fazer um planejamento financeiro pessoal, mas o importante é saber que sempre é tempo de começar uma nova etapa de vida. Conhecendo suas metas e traçando o caminho a ser seguido, você adquire o poder de escrever a própria historia e realizar todos os seus sonhos.

4 Comentários

  1. Ótimas dicas financeiras. De fato, devemos gastar apenas o dinheiro que possuímos em caixa e ter cuidado com gastos desnecessários que possam prejudicar a economia financeira pessoal.

    Outra opção é pesquisar em sites sobre o assunto, o MoneyGuru, por exemplo, traz dicas sobre investimentos, cartão de crédito, financiamento, consórcio, plano de saúde, passagens aéreas e muito mais. http://www.moneyguru.com.br/meu-bolso

    Abraços!

  2. legal gostei das dicas presiçor muito mudar meus comportamento na horas de comprar valeu , muito obrigado vou levar isso muito serio .

  3. É gostei desta parte que você fala que não é necessário deixar de sair com a família e que com um bom planejamento financeiro o futuro de sucesso é interessante analisar quais os passeios serão feitos com a família e a cotação média de preços de cada local. Acho bem valido isso, já fiz muitas vezes!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here