Como melhorar o relacionamento interpessoal na vida e no trabalho

Desenvolvimento pessoal

As relações humanas são um fator determinante em nossa vida. Por isso, neste artigo vamos falar sobre como melhorar o relacionamento interpessoal.

Nosso crescimento é marcado pelas relações que vivenciamos. Elas são a base de nossos sentimentos, bons ou ruins. E isso nos acompanha por toda a nossa vida.

Os relacionamentos marcam os nossos momentos de humor e o nosso bem-estar no mundo. Por outro lado, a falta de relações saudáveis tem um impacto emocional direto em nossa saúde emocional.

O fato é que, à medida que se cresce, nem todas as pessoas sabem como ter um bom relacionamento consigo mesmas, que é indispensável para construir relacionamentos positivos com os outros. Isso vale para a vida pessoal e para a vida profissional.

Dicas de como melhorar o relacionamento interpessoal

Muitas vezes se pensa que ter bons relacionamentos é uma habilidade inata, um dom ou um talento.

Como se fosse uma habilidade adquirida, a exemplo da cor dos olhos ou as feições que temos.

Não é bem assim, e esta é uma boa notícia. Cada um de nós pode decidir como quer lidar com as outras pessoas, dependendo da situação em que se encontra, e se relacionar de forma coerente com o contexto.

E é isso que veremos nos parágrafos a seguir, nos quais você pode encontrar ideias para melhorar as relações interpessoais para alcançar o bem-estar na vida pessoal e profissional.

Saber ouvir

Vamos ver a primeira dica de como melhorar o relacionamento interpessoal.

Saber ouvir é indispensável em todo relacionamento. Se você não ouve, você não está disposto a conhecer a pessoa à sua frente.

Sem querer, você pode tomar muitas coisas como certas, o que geralmente engana a compreensão correta e real das situações.

Mas o que significa ouvir?

Escutar é uma escolha, uma forma de estar com o outro e, antes de tudo, é preciso saber escutar a si mesmo.

Você se relaciona com os outros como se relaciona consigo mesmo. No entanto, não foque apenas em si mesmo enquanto estiver escutando alguém. Não faça interrupções bruscas na fala do outro.

Por exemplo, trabalhar e reunir-se online em chamadas de vídeo é mais desafiador do que ocorre pessoalmente.

Exige-se esforço de concentração, mas é importante estar aberto a ouvir, além de saber o momento certo de falar.

Tenha empatia

Para entender como melhorar o relacionamento interpessoal, você precisa ter empatia.

A empatia é um termo que agora se tornou comum, principalmente na era das mídias sociais. Mas o que significa a palavra empatia e o que significa colocar em prática a empatia?

Trata-se da capacidade de se colocar no lugar dos outros. Este é o significado mais comum de ser empático.

Isso se reflete na suspensão do julgamento, em não julgar os outros com base em valores que achamos que são melhores.

Portanto, a empatia é uma forma de lidar com os outros, que se desenvolve durante o crescimento e na relação afetiva com as pessoas.

A neurobiologia explica como nos espelhamos no outro, por meio dos neurônios-espelho, tornando-nos participantes e nos regulando de acordo com o sentimento do outro.

Outro fator de empatia é a parte motivacional. Se você é uma pessoa que percebe os sentimentos dos outros, tende a se preocupar com como essa pessoa se sente.

Porém, pessoas muito empáticas sabem bem como pode se tornar cansativo absorver as emoções dos outros.

Por isso é necessário saber reconhecer essa capacidade e desenvolvê-la para que não se torne um ponto de apoio para pessoas que apenas sugam a sua energia.

Sorrir

Este é outro ponto relevante para quem deseja saber como melhorar o relacionamento interpessoal.

Quantas vezes você já saiu de casa nervoso ou de mau humor e a saudação sorridente de um conhecido ou colega o colocou de volta nos trilhos? Um sorriso é uma mensagem acolhedora.

Todas as formas de expressar emoções pelo sorriso são positivas. Por isso, um sorriso genuíno ajuda a melhorar as relações interpessoais.

Estudos já demonstraram que sorrir tem muitos efeitos colaterais positivos no estado de saúde e nas pessoas ao nosso redor. Nos torna mais joviais e reduz os níveis de estresse. Consequentemente, melhora as interações sociais.

Logo, treine nosso cérebro com humor, como uma ponte para outras pessoas. Compartilhar uma risada ou um simples sorriso aproxima você dos outros, mesmo quando a tensão é evidente.

Controle de raiva

Controlar a raiva para alguns pode ser tão difícil quanto escalar uma montanha alta e inacessível.

A raiva é uma emoção que muitas vezes evoca reações fortes e incontroláveis. Inclusive, ela pode estar associada à agressão física ou verbal.

Você é uma pessoa que fica com raiva facilmente ou tem que lidar com pessoas que têm explosões de raiva? Como melhorar o relacionamento interpessoal nesses casos?

Se uma pessoa fica com raiva com frequência, isso denota certa rigidez de pensamento, falta de maleabilidade, dificuldade em ter autocontrole.

É claro que ficar com raiva muitas vezes é natural. Mas, nas relações interpessoais, lidar com outras pessoas que têm essa manifestação frequente de raiva torna-se cansativo e desmotivador.

Geralmente, ficamos com raiva quando nos percebemos atacados. Implica, portanto, uma interpretação imediata e muitas vezes errônea de uma atitude ou contexto.

Dessa forma, é importante perguntar a si mesmo:

  • O que minha raiva está me dizendo?
  • Por que preciso expressar emoções desse modo?
  • Você se sente envergonhado depois de uma exposição de raiva?

As respostas a essas perguntas dão indicações que podem ajudar a controlar a raiva.

Aprender a reconhecer a raiva, como ela se expressa e como acontece oferece um espaço para que essa emoção poderosa seja revertida de forma positiva.

Algumas pessoas sentem dor de estômago, por exemplo. Outras sentem dor de cabeça. Logo, além da manifestação a nível psicológicos, há ainda efeitos físicos que não podem ser desconsiderados.

Agora que você entende que a raiva tem consequências negativas para você e para as pessoas ao seu redor, o que você pode fazer?

Uma vez identificada a razão e reconhecidos os motivos alarmantes, o problema pode ser tratado de forma mais eficaz para que a autoconfiança e a autoestima prevaleçam.

Vimos então algumas dicas de como melhorar o relacionamento interpessoal.

Espero que este artigo possa ajudá-lo a ter relações frutíferas!