Regras na visita ao recém-nascido

2

A maternidade é um momento único e esperado por grande parte das mulheres. Para algumas delas, ser mãe é a última etapa para alcançar a verdadeira felicidade.

Esperar por nove meses para ver o rosto do bebê pode causar ansiedade para as futuras mamães, especialmente pelo desejo de aproximação e adaptação urgente que todas sentem ao vê-lo de perto pela primeira vez.

Assim como os próprios pais, o restante da família e amigos podem planejar visitações para conhecer o mais novo membro da família – e por isso, não se organizam e não impõe regras na visita ao recém-nascido!

Para tanto, é essencial que os pais criem regras para as visitas – afinal, um recém-nascido não é um objeto decorativo ou atração turística. Exige cuidados e todos os visitantes devem estar atentos a algumas dicas e regras!

Bom senso e sensibilidade na visita ao recém-nascido

Tanto o bebê como os pais necessitam de um tempo para criar um grau de intimidade com o neném, principalmente antes das visitas de amigos e demais familiares.

Normalmente, contudo, a primeira visita ao recém-nascido pode ocorrer ainda na maternidade – algumas mães até preferem, graças à praticidade de ter enfermeiras disponíveis para dar suporte aos cuidados e necessidades do bebê!

Além disso, limpar e organizar a casa pode ser exaustivo para os recentes pais.

É claro que alguns pais acham que conhecer o bebê nesse momento é muito cedo e preferem um momento mais íntimo no conforto do lar. Por isso, se você já está ansiando em visitar um recém-nascido de alguém conhecido ou da família, pergunte. Respeitar a decisão dos pais é inteligente e educado.

Algumas famílias já pedem para que as visitas aconteçam após umas duas ou três semanas. Nesse tempo, ligue para a família antes de aparecer sem avisar!

Essa é somente uma das regras na visita ao recém-nascido!

Regras de etiqueta na visita ao recém-nascido

Algumas regras na visita ao recém-nascido podem (e devem) ser conhecidas e adotadas por familiares, amigos e parentes distantes.

Um exemplo é em relação ao tempo de permanência do visitante: saiba que os pais precisam de descanso – cuidar do bebê exige tempo, dedicação e esforço. Por isso, uma dica é ficar no máximo 20 minutos!

Lembre-se destas outras regras na visita ao recém-nascido que você terá pela frente e evite qualquer inconveniente ou situação constrangedora com os pais:

  • Tenha os cuidados básicos de higiene: o bebê ainda não possui um sistema imunológico fortalecido para combater qualquer contaminação por vírus e bactérias. Se quiser pegá-lo no colo, lave as mãos e os braços. Evite beijá-lo.
  • Não aperte o bebê: isso pode incomodá-lo e machuca-lo.
  • Cuidado ao fotografar o bebê: se você quiser guardar de recordação uma foto, evite usar o flash. Se a luz já é desconfortável para olhos adultos, imagine para um recém-nascido!
  • Não fume (isso vale também horas antes da visita): o material tóxico do cigarro pode fazer com que o recém-nascido tenha maior probabilidade de contrair uma pneumonia, por exemplo, entre outras complicações de saúde.
  • De preferência, evite passar perfume: o olfato do recém-nascido é sensível demais. O cheiro forte pode causar alergias, por exemplo.
  • Desligue o celular durante a visita (ou, pelo menos, coloque-o no silencioso): o barulho dos celulares pode ser estressante ao recém-nascido.
  • Você está doente? Nem pense em visitar o recém-nascido! Essa é uma regra inquebrável. Qualquer doença infecciosa e contagiosa pode passar para o bebê e até mesmo para a mãe, já que seu próprio sistema de defesa está frágil.

Última, mas não menos importante, é a regra do “se o bebê está dormindo, deixe-o dormir”! Nem ao menos pense em pedir aos pais que o acordem. O momento em que ele está dormindo é uma oportunidade para os pais descansarem e cuidarem de si mesmos.

Mesmo com todas as regras na visita ao recém-nascido, saiba que você não pode ficar chateado com as exigências dos pais. Eles precisam comunicar e manter em mente a necessidade do filho em primeiro lugar, assim como todos os cuidados com a saúde e bem-estar da mãe.

2 Comentários

  1. Alguns pais se incomodam com as fotos. Além de tirar o flash, é importante pedir, com delicadeza, a autorização dos pais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here